O que é o low-code

    Avatar
    Nuno Teibão Silva
    Low-code

    O que é low-code?

    O low-code, ou baixo código é uma família de ferramentas que o ajuda a criar aplicações completas utilizando uma interface virtual de drag-and-drop ou arrastar e largar.

    Em vez de escrever milhares de linhas de código complexo e sintaxe, as plataformas de low-code permitem aos utilizadores construir aplicações completas com interfaces de utilizador, integrações, dados e lógica de forma rápida e visual.

    O Studio Creatio é um exemplo de uma plataforma de low-code que permite criar aplicações e soluções sem necessitar quase de escrever uma linha de código.

    Resultado de imagem para studio creatio
    UI Studio Creatio

    Uma plataforma típica de desenvolvimento de low-code é composta por:

    • Um IDE visual: Um ambiente para definir visualmente os UIs, fluxos de trabalho e modelos de dados da sua aplicação e, se necessário, adicionar código escrito à mão.
    • Conectores a várias extremidades ou serviços: Trata automaticamente as estruturas de dados, armazenamento e recuperação.
    • Gestor de ciclo de vida da aplicação: Ferramentas automatizadas para construir, depurar, implementar e manter a aplicação em teste, encenação e produção.

    Como funciona o low-code

    O Low-code não escreve código de raiz, mas antes utiliza estruturas de código já desenvolvidas para solucionar uma necessidade já anteriormente atendida e claramente identificada, e replica essa estrutura de código num objecto que possa ser utilizado para completar um processo ou realizar uma tarefa.

    Colocando-o numa perspetiva diferente, funcionam como máquinas de uma linha de montagem que pouco fazem isoladamente, mas que em conjunto produzem um resultado final ou um produto / serviço.

    Imaginando por exemplo a industria automóvel, em vez de termos trabalhadores a realizar tarefas redundantes, como apertar parafusos, temos máquinas que realizam um conjunto de tarefas automatizadas, que no seu conjunto produzem um automóvel quase sem intervenção humana.

    Ou seja, as máquinas envolvidas na automação não decidem como é o automóvel, mas aceleram o processo de montagem e entrega. É isso que o low-code ou baixo código faz.

    Para perceber como o low-code funciona na criação de aplicações informáticas, vamos comparar a criação de uma aplicação usando métodos tradicionais com o low-code.

    Processo de desenvolvimento de aplicações com métodos tradicionais

    coding, laptop, laptops
    Desenvolvimento por código máquina

    Processo de desenvolvimento de low-code

    O processo de desenvolvimento de low-code seria mais parecido com isto:

    Desenvolvimento por low-code

    Low-code é sobre fazer mais

    Em última análise, o low-code é uma forma de os desenvolvedores fazerem mais.

    Com o low-code, conseguimos dedicar mais tempo a criar e a construir, e menos tempo a trabalhos repetitivos.

    O low-code não tem a ver com reduzir o valor dos desenvolvedores. Muito pelo contrário, o low-code permite que as equipas de desenvolvedores produzam mais valor mais rapidamente, baseando-se na sua compreensão de como criar e manter aplicações web e móveis de alta qualidade.

    Pode experimentar o low-code por si mesmo solicitando aqui um teste gratuito do Studio Creatio.

    Ou clique aqui para descobrir mais sobre o low-code.

    Leave a comment

    Your email address will not be published.